III FÓRUM MINEIRO DE AUDITORIA E REGULAÇÃO EM SAÚDE: INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Com o tema “Desafios Futuros para Sustentabilidade”, a edição deste ano reuniu mais de 100 pessoas no auditório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em Belo Horizonte. O assunto é relevante em decorrência da insuficiência de recursos, aumento dos custos, mudanças do perfil demográfico e epidemiológico que caracterizam o atual contexto.

Especialistas de diversas setores da saúde discutiram questões importantes para o equilíbrio do sistema de saúde brasileiro, a saber: a ineficiência do modelo atual de saúde, desperdícios, incorporação de novas tecnologias, cuidado com o paciente, entre outros. Isso, sem perder o foco na qualidade e otimização de recursos na assistência a saúde.

Durante o evento, foram várias indagações, mas algo ficou evidente: é preciso ser mais enfáticos quanto aos modelos transformacionistas. Isto é, é importante valorizar modelos que se preocupam com a inserção tecnológica, redução de custos, otimização de recursos, prevenção e, principalmente, coloquem o paciente no centro dos cuidados.

Além disso, em meio às discussões, o Fórum trouxe uma novidade: a interatividade digital com o público. A partir de um aplicativo (disponibilizado no momento do credenciamento) os foristas, puderam participar de enquetes realizadas no decorrer do evento. O objetivo era pensar sobre o lugar que as instituições de saúde ocupam no cenário nacional.

O encontro é uma realização da E&J Apoio a gestão em Saúde com apoio da faculdade Unimed e ABEA e patrocínio da Bayer, MSD,Btakeda e Novartis.

Leave A Comment